VENHA DANÇAR CONOSCO EM 2011

Loading...

domingo, 29 de maio de 2011

Profissionalismo X Exibicionismo

ooooiii,

dividindo com vc esse artigo que retirei do site http://bailarinasuheil.blogspot.com/   da bailarinav Suhei. Penso que ela esta bem certa em suas colocaçãoes.


Profissionalismo X Exibicionismo

Parece incrível ter que relacionar a diferença entre estas duas palavras, mas ultimamente no "Bellyworld" as coisas andam tão confusas, que me senti no DEVER de fazer este post.

Desculpe de imediato se vou cutucar colegas, alguns egos, deixar alguém meio estressada ou com vontade de me esganar... mas alguém tem que dizer isso!

Mas pense positivamente:
Aqueles que te elogiam, amaciam o teu ego, te levam a lugar nenhum além da tua própria vaidade.
Aqueles que te dizem a verdade, querem que você cresça e só assim te ajudam nisso...

Vamos lá!

Se você é novata ou tem 10 anos de dança (continua sendo novata, sorry!), "peloamordosbonsfilhinhos", presta atenção no que você quer para o seu futuro!

Chega de tratar a dança como lazer se você se auto intitula profissional.
Chega de vender a alma pra aparecer ou conseguir um espacinho no mercado. Chega de baixaria!!!

Segue um guiazinho básico para você tentar identificar seus erros:

Sobre dar aulas:

Controle seu ego, tudo tem seu tempo! Não está aguentando de vontade? Seja humilde. Peça a sua professora para estagiar com ela em aulas, faça cursos profissionalizantes, estude métodos diversos de dança.
Nunca ouviu falar sobre Laban? Então desce do pedestal amiga, pois você ainda não sabe nem por onde começar...



Sobre ministrar workshops:

Workshop é algo que você começa a ministrar depois de muitos, muitos anos nas salas de aula. Depois daqueles seus 10 aninhos de dança querida, você pode estar apta a ser uma excelente professora, mas espere mais uns 10 pra achar que pode mais que isso.
De boa! Só nesse mundinho belly que moçoilas ministram oficinas desta forma "virou moda".

Não é a toa que 90% dos workshops hoje são em essência passar uma coreografia! E claro, não é a toa que tem muita gente que nem está mais afim de frequentar workshops!
Pior só quem ainda oferece este tipo de serviço gratuitamente, pra "fulana conhecer meu trabalho" - se ela não conhece seu trabalho, mais uma amostra que você ainda não está madura profissionalmente para este cargo.
Está na hora de separar o joio do trigo ...


Sobre apresentações:

- Se você dança de graça, pra se auto- promover, desculpe, mas você está looooooonge de ser uma profissional. O profissionalismo começa exatamente aí, na valorização do seu trabalho.

- Se você não escolhe os locais aonde se apresenta, está denegrindo sua própria imagem. Daqui a pouco não se espante quando te contratarem pra despedidas de solteiro ou pra dançar na loja de kibe da esquina. Foi você quem se permitiu estar lá.

- Não ofereça seu serviço ao contratante de outra bailarina. Isso é pura falta de ética! Está com dor de cotovelo, precisa mostrar serviço? Converse com a bailarina contratada e peça a ELA uma chance de se juntar ao seu grupo. Orgulho é coisa besta nesta hora! Você pode ganhar uma orientadora e uma amiga no mercado de trabalho. Quem se garante não teme abrir espaço para as novatas.

Sobre a sua imagem em cena:

- Cabelos e maquiagem devem estar perfeitos.

- Se você gosta de trajes mais ousados, daqueles que mostram o que seu pai não gostaria de ver se estivesse na platéia... aconselho rever os seus conceitos.

- Nada de ficar na festa depois ou se misturar ao público. Isso só vale se você está em um evento de escola, festival, aonde as alunas querem fotos e a sua companhia como "estrela do evento". Em trabalhos corriqueiros, desapareça logo depois do show (ok, vale comer depois do show, mas naquela mesinha lá do fundo, de forma discreta e já vestida normalmente, sem o traje de dança).


Sobre bombardeios publicitários:

- Não tem coisa mais chata que abrir as redes sociais, emails e se deparar com a "Agenda do mês tal" de fulana ou beltrana. Quando você for de fato divulgar algo grande, acredite, a maioria já vai ter apagado a sua propaganda antes mesmo de ver o conteúdo (ops, eu faço isso todo dia! E toda a torcida do Corinthians também...).

- Quer divulgar seu trabalho? Tenha um site com mailing list de pessoas que se cadastram por vontade própria e que PEDIRAM para receber suas promoções. Neste mesmo lugar, mantenha sua agenda atualizada. Seguramente quem quer te assistir, irá lá para consultar. Você acha mesmo que interessa ao mundo todo, o tempo todo, aonde você trabalha semanalmente?
Isso só desgasta a sua imagem.


E finalmente...

Sobre hierarquia :

- Você sabe o que isso significa?

hierarquia(francês hierarchie)
s. f.
1. Subordinação de certos poderes uns aos outros.anarquia
2. Classificação ou ordenação segundo determinados critérios.anarquia, desorganização
3. Organização segundo vários graus de poder e subordinação (ex.: hierarquia policial).
4. Classe, categoria.
5. Relig. Grau de autoridade eclesiástica.

Não existe profissionalismo sem hierarquia.
Não existe RESPEITO sem hierarquia.

Se um dia quiser chegar a ser o chefe da tribo, comece por ser um excelente indiozinho...


Tá aí galera... desculpa qualquer coisa, mas as vezes a verdade não é um lugar muito confortável...

Bjks, Suh

Nenhum comentário: