VENHA DANÇAR CONOSCO EM 2011

Loading...

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Expressão na dança

Vemos bailarinas dançando inexpressivamente, independente de como se desenvolve o ritmo da música (paradas, retomadas, aberturas e grand finales). Ela desenvolve brilhantemente sua técnica, porém não envolve o público, e seu espetáculo parece pura demonstração de agilidade corporal.

Quem dança deve aprender a interpretar a música por meio da expressão corporal e facial, e com essa interpretação trazer para junto de si o público, fazendo com que ele também, se transporte para o encantamento que a música proporciona.

A bailarina pode ser ótima tecnicamente, mas se seu rosto não traduz emoção, sua dança fica comprometida. O movimento sem a expressão facial condizente, denota tensão e insegurança, e essa atitude faz com que o público se distraia e o espetáculo fica comprometido e perde a força.

A harmonia visual da bailarina é fator tão importante quanto à dança. Esqueça os aplausos por enquanto, não deixe que ele atrapalhe sua interpretação por excesso de empolgação.

Treine na frente do espelho sua expressão ao dançar, ou simplesmente deixe-se levar pela música e coloque para fora a pessoa maravilhosa que existe em você, envolvendo-se na magia da dança.

Tenha sempre em mente a idéia de que somos eternas aprendizes.

Beeeijos


Nenhum comentário: